FUI PUTA POR CHANTAGEM


Click to Download this video!


Meu nome é Jack (Jackson) tenho somente 19 anos como já disse em meu outro conto eu sou do interior de São Paulo, estou na capital por motivo de estudo, e moro em uma Republica com mais 3 rapazes, mas meu quarto/banheiro são individuais. Apesar de meus dados estarem em meu perfil e no primeiro conto, não custa nada descrever novamente, Tenho 1,70 - 75 kg – olhos verdes, cabelos castanhos escuros, o corpo não é sarado, mas tenho as coisas em ordem. Bunda pequena mais arrebitada e ombros largos. Um cara muito tranquilo e de bem comigo mesmo.
Sou totalmente discreto. Gosto de pessoas inteligentes e de bom papo. Agora entre quatro paredes imagino fazendo de tudo mais tudo mesmo.
Como já disse anteriormente eu não sou e nem acredito em pessoas somente passivas ou somente ativas eu curto os dois tem dias que o tesão no cú é muito grande e ele não para de piscar. Agora ser somente passivo de dois “AMIGOS” foi realmente foda.
Pois esses dois “Amigos” que irei chama-los de Bruno e Paulo.
Bruno (B) é um dos rapazes baixinho meio bronco (rústico machista) mas muito gostoso que dividi a Republica comigo. Embora dividimos a mesma Republica e estudamos em na mesma Faculdade, nossos relacionamentos com nossas turmas de colegas são bastante distintas. Quando nos cruzamos na Republica nos cumprimentamos nos abraçando com muito carinho. Ele sempre coloca a mão na rola pensava que fosse vicio.
Paulo (P) Um rapaz mais refinado olhos claros, muito gostoso também que se relacionado mais com o Bruno, digamos que são muito amigos e namora a prima de minha namorada. Que de uns tempos para cá, sempre junto com o Bruno também vem olhando dentro de meus olhos e coloca a mão na rola, e sai dando risadas.
Então em uma manhã estava saindo para a Faculdade e o Bruno estava na cozinha somente de calça de pijama (curta) me abraçou e eu senti sua rola dura em minha coxa e me afastei bruscamente. Ele com um sorriso sacana falou:
(B) – Não precisa se assustar não. Sabe eu o Paulo queremos falar com você lá no Bosque da Física no horário do almoço.
(Eu) – Fala agora que Porra e essa e porque o Paulo junto não temos nada em comum somente nossas namoradas. E porque querem conversar comigo lá no Bosque.
(B) – É um probleminha de regras da Republica e também não quero falar com o Chico e o Gabriel juntos também, na hora do almoço sem falta esteja não vais se arrepender. Disso isso colocando o dedo indicador no meu peito. Fiquei muito intrigado, pensando o que será!!!!!!!!!!!! Chegando a hora do almoço fui pra lá sem almoçar mesmo, fui o primeiro a chegar sentei e fiquei aguardando, em pouco minuto eles apareceram, e eu fui direto.
(Eu) – Porra que sacanagem vocês dois estão querendo aprontar comigo?
(B) – Vai sentando aí ficando calminho que você vai gostar pra cacete. É que eu contei pro Paulo o que eu escutei na primeira noite que seu irmão esteve la na Republica. Você não fechou a porta direito, além de escutar eu vi pela fresta da porta você levando vara. Fiquei completamente sem chão pensei to fudido, perdi a namorada e a moral. Tentei falar:
(Eu) – Porra e daí. O que vocês tem com isso? O rabo é meu. E também não sei onde quer chegar, ainda mais trazendo testemunha. Seja direto.
(B) – Vou direito ao assunto PORRA. Sabemos que você gosta de levar vara. Se o Paulo contar para a namorada dele você tá fudido. Parti pra cima do Bruno e o Paulo me segurando, falou:
(P) – Calma viadinho, deixa o Brunão acabar de falar.
(Eu) – Filho da Puta, fala o que você quer. Isso é uma chantagem sem vergonha, sem nexo nenhum. Fala logo seu viado.
(B) – Bom o viado aqui é você, eu e o Paulo estamos afim de comer você. Vamos fazer uma sacanagem no apto. do Paulão? Eu aliviado falei
( Eu) – Então é isso que vocês querem. Minha bunda?
(P) – Queremos seu cuzinho. A minha mina (namorada) não me dá o rabinho eu quero o seu. E o Brunão está na seca, sem dar uma a um tempão.
(Eu) – Apesar de que você dois estão fazendo além de ser chantagem e uma puta sacanagem, hoje cedo quando senti sua rola na minha coxa meu cuzinho começou a piscar querendo rola, mas uma só agora tem duas. Mas com bastante putaria.
(B) – Nós te esperamos aqui mesmo no final das aulas. Então as horas passaram meias arrastadas e fui ao encontro dos dois chantagista gostosos. Chegando no local os dois me esperavam passando a mão na rola olhei descaradamente e me sentei no banco ai foi o Paulo que iniciou o papo:
(P) – E ai vai liberar essa bunda pra gente? Eu estou tarado por ela.
(B) – Vai dar essa bunda ou não vai. Eu calmamente perguntei
(Eu) – Não só vou liberar meu cuzinho como minha boca também. Esse será então nosso segredo? Pois quem come outro macho também é gay. Não é mesmo seus putos?
(B) – Voce que é o viado aqui.
(Eu) – Meus caros amigos eu pensei muito essa tarde e resolvi dar minha bunda para vocês, mas eu também preciso de uma garantia principalmente para não perder a namorada. Vem aqui meus putinhos, eu aceito ser o viadinho de vocês hoje somente hoje, mas onde nós vamos, vocês não querem me comer aqui nesse bosque. Então Paulo olho pro Bruno e falou:
(P) – Vamos para meu apto eu to sozinho agora meu amigo viajou ontem, to sozinho.
Me levantei do banco enquanto caminhávamos pelas trilhas do bosque um de cada lado o Bruno ia passando a mão na minha bunda, aquilo me deixava constrangido mas excitado, pedi para ele parar, mas ele não dava a mínima, em um momento ele enfiou a mão por dentro da minha bermuda larga apalpando a minha bunda e dizendo pro Paulo.
(B) – Uma coisa esse viadinho tem razão acho que somos todos gays mas que esse cuzinho gosta e vai levar muita vara. Vai Jack diz para nós agora que você sempre foi o viadinho safado de seu irmão? Deu muito a bunda pra ele?
Já tava com um tesão muito grande e entrei no jogo, dizia que iria engolir as rolas deles inteirinha, que iria beber toda a porra deles e lamber seus respectivos regos. Paulo apenas ria e apertava o pau e Bruno atolava o dedo no meu cuzinho.
Saimos da mata pegamos o ônibus circular e fomos para a casa do Paulo. Quando chegamos, foi tudo muito rápido, fomos para o quarto dele e eu ja estava ajoelhado, Mamando a rola do Bruno, Paulo ficou ao lado do Bruno e também me ofereceu o pau, fiquei chupando as rolas alternadamente, estava adorando chupar, imaginem dois deliciosos cacetes muito duros, um bem grande, o outro bem grosso, abocanhava, lambuzava eles com minha saliva, eles gemiam. O Bruno como sempre me chingava de viado safado, chupador de caralho, e eu adorava escutar o que ele me falava, aquelas palavras me davam mais tesão, me fazendo acelerar mais as chupetinhas que eu fazia naqueles cacetes. Chupei eles por uns 15 minutos.
Então o Paulo, foi por trás arreou minha bermuda com a cueca, me fazendo ficar de 4 na cama Bruno, que segurava a minha cabeça não deixou tirar minha boca da sua rola.
(P) – Vou preparar esse cú e passou a chupar o meu rego e ao mesmo tempo introduzia seus dedos, deixando meu buraco bem preparado, já não aguentava mais, tirei o pau do Bruno da boca e falei:
(Eu) – Para de temperar e me come logo meu cuzinho. Eu voltei a chupar o Bruno que falou:
(B) - Mete logo Paulo, pois o VIADINHO está desesperado pra levar rola, Paulo se posicionou atrás e disse.
(P) – É rola que você quer e pau que vai levar e rapidamente enfiou a rola no meu cuzinho, e sem cerimônia começou a meter com força, eu gemia e rebolava, estava adorando, era um pau enfiado no cu enquanto e mamava outro, Paulo bombava forte, me fazendo arriar as vezes, Bruno tirava o pau da minha boca e batia com ele na minha cara, dizendo:
(B) – Vem buscar meu pau sua putinha, eu obedecia, ia buscar e engolia, ele me dava a rola e pediu:
(B) – Lambe meu saco sua cadela eu fiz tudo que ele pedia enquanto lambia suas bolas enfiei meu dedo em seu cuzinho, Bruno gemia e se contorcia no meu dedo, enquanto o Paulo me arregaçava deliciosamente.
(B) – Esse puto enfiou o dedo no meu cú, agora é minha vez de arregaçar o cú desse viado. Então Paulo então veio na minha frente e enfiou o pau na minha boca enquanto Bruno por trás começava a enfiar aquela rola enorme no meu cuzinho ja arregaçado pela rola grossa do Paulo, mas ele foi mais carinhoso. Tinha que ser mesmo, ele sabia que sua rola é enorme, com ele toda atolada no meu rabo ele me perguntou:
(B) – Minha putinha quer carinho ou posso fuder com força. Com a rola do Paulo na boca, apenas balbuciei, mas ele entendeu, e começou a me FODER com força, olhava pro Paulo e dizia que eu era um viadinho delicioso mesmo, Paulo confirmava, dizendo que nunca imaginou eles dois me comendo.
Bruno comia meu cuzinho deliciosamente, era bem gostoso, então ele acelerando o ritmo, disse que iria encher o meu buraco de porra, arrebitei mais meu rabo e com uma mão tentei aproxima mais meu rabo para ele enterrar mais e pedi:
(Eu) – Inunde meu rabo com seu leite. E ele inundou meu cuzinho. Tirou sua rola repentinamente me deixando sentir um vazio e sentou na cama para descansar. Enquanto eu chupava a pica do Paulo, sentia a porra do Bruno escorrendo pelas minhas pernas, então Paulo sentou no chão e disse:
(P) – Vem sentar na minha pica vem cavalgar.
(EU) – Meu rabo esta cheio de porra.
(P) - Não importa assim entra mais fácil, obedeci e me sentei no pau de costa pra ele lentamente começou a penetrar aquele cacete grosso no meu cuzinho, quando consegui sentar nele inteiro, comecei a cavalgar e rapidamente comecei a rebolar em sua pica e fazia uns vai e vem que ele gemia, e me chingava de putinha. Bruno apenas olhava e apoiava a minha cavalgada, então ele se levantou ficou em pé na minha frente e mandou eu limpar o pau dele, lá estava eu, de novo, me servindo de duas rolas ao mesmo tempo uma no cu e outra na boca, deixei o pau do Bruno limpinho e duro, mas ele se sentou na cama novamente, dizendo que queria assistir o Paulo me foder, eu praticamente pulava no pau do Paulo, então ele disse que ia gozar, Bruno pediu para que ele gozasse na minha boca, ele tentou levantar-se eu não deixei e rebolei em sua rola e meu cuzinho inundou novamente de porra.
Eu me levantei Paulo foi sentar junto com o Bruno eu falei;
(Eu) – Os garanhões já pediram arrego nos três pingávamos de suor mas o meu tesão continuava queria mais, fui na direção deles, me ajoelhei novamente e voltei a mamar naqueles cacetes gostosos agora eles permitirá que eu enfiasse o dedos em seus respectivos cuzinho. Fiquei ali, a tarde interia, dando para eles, ora um descansava e apenas ficava vendo o outro me comer, como os dois voltavam a me comer ao mesmo tempo. Passei uma tarde inesquecível, chupando e levando no rabo.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario coroaaventura

coroaaventura Comentou em 29/08/2017

PUTO DEMAIS. ADOREI.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


91141 - EU E MEU AMIGO DIEGO - Categoria: Gays - Votos: 19
91830 - MEU IRMÃO ME FUDEU! - Categoria: Gays - Votos: 29
91924 - MEU IRMÃO ME FUDEU! O DIA SEGUINTE - Categoria: Gays - Votos: 30
95416 - A REVANCHE - Categoria: Gays - Votos: 8
97592 - EU O PAULO E SEU PRIMINHO GOSTOSO - Categoria: Gays - Votos: 20
98697 - COMI O PRIMINHO GOSTOSO DO PAULO SOZINHO (O MARQUINHO) - Categoria: Gays - Votos: 15
101032 - ESPERAVA SER ESFOLADO MAIS ..... - Categoria: Gays - Votos: 11
102213 - A VOLTA PARA A CIDADE NATAL COM MUITA PUTARIA NO ONIBUS - Categoria: Gays - Votos: 9
103070 - EU E MEU IRMÃO NOVAMENTE - Categoria: Gays - Votos: 21
105225 - MASSAGEM NAS DORES LOMBARES. (CONTO REAL) - Categoria: Gays - Votos: 17
105271 - MASSAGEM NAS DORES LOMBARES II (CONTO REAL) - Categoria: Gays - Votos: 17
105396 - MASSAGEM NAS DORES LOMBARES III (CONTO REAL) - Categoria: Gays - Votos: 18
105426 - MASSAGEM NAS DORES LOMBARES IV (CONTO REAL) - Categoria: Gays - Votos: 11
112430 - MEU AMIGO DA INFÂNCIA - DÁRIO - Categoria: Gays - Votos: 8
112658 - MEU AMIGO DA INFÂNCIA – DÁRIO – A noite seguinte - Categoria: Gays - Votos: 8
113574 - MEU IRMÃO OUTRA VEZ - Categoria: Gays - Votos: 13
114345 - “PRECONCEITO!!! NENHUM PRECONCEITO” - Categoria: Gays - Votos: 33
114390 - “PRECONCEITO!!! NENHUM PRECONCEITO” 2 - Categoria: Gays - Votos: 15
115555 - VONTADE DE SER A PUTINHA DO "CEQUINHO" - Categoria: Gays - Votos: 10
126309 - EU E MEU IRMÃO NÃO CUMPRIMOS NOSSA PALAVRA E TRANSAMOS OUTRA VEZ - Categoria: Gays - Votos: 15

Ficha do conto

Foto Perfil jackpaulo
jackpaulo

Nome do conto:
FUI PUTA POR CHANTAGEM

Codigo do conto:
93439

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
19/12/2016

Quant.de Votos:
21

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eróticos gay comie o cu do garotinho chatoviolada pelo patrao contocomentario de atris porno apos gosada na bocacasadinhafrutalcontos erotico-querendo vocêcontos eroticos minha esposa e o. pedreirovideos pornos quadrinhos ajudinha pra sobrinha finalcontos irmã boazudaconto de perdi na aposta e tive que da meu cuzinho de pagamento que chorei de dorcomercuegostosocoto erodico de como pater puetaursao gay de rola dura fotoContofamiliapornoconto erotico gay deliciahistorias em quatrinhos eroticos legal pra lerarreganhei mnha buceta pra 3machosxxxxxvideos sobrinho e tia moz manha 2016conto erotico esposa casada gravoda pro entregador de gasvideos menina dando cu virge grita manda tira tira aiiiii meu cuuuu porracontos eroticos adoro chupa rolaconto de incesto minha mae e uma vacaabusada e humilhada parte 2quero leitinho papaimeu irmão comeu meu cuconto comi cunhada novinhapornocontoincestocontos eroticos acontecido 1anal com garotasconto erotico velho abusando menina pirulitoinicio de uma fantasia conto eróticoContos eroticos gay funkeiroconto erotico comi uma cadeirantexvideis 2017comi a minha tianovinha nao aguenta a mao boba do papai xxxgay luta greco romana pornXvideo do simpsoncontos eroticos comendo a monalisaminhas fotos peladas filho viu contoconto arebentei cu meu tio forcacontos eroticos na praia meu sogro me comeuporno enquadrinhos mamae vadiaFts de bucetas grandes fazendo volume no shortsaite porno desfilando nua ou votacao nuacontozoofiliaquadrinhoconto erptico comi minha tiacontos eroticos maninha com os peutos cheios de leite pediu e eu fiz massagemcontos eroticos cdzinha fodidasenrei no pau de meu filho sem qerer e senti as bola contoscontos de tias gostosa com bucetas cabeludas grisalhos[email protected]quadrinho porno de sograMeu vizinho veio trocar o gaz na minha casa e acabou me fidendovovo dotado em quadrinhoconto erotico sogro pausudo de cuecaContos eroticos o motorista gatoTranzei com meu filho mozporno gay quadrinho mozto rucontos erotico meu paiHq oh familia pornôfoto de tia transando com sobrinhocontos eroticos coroas casadas usando tamancos de madeiracontos flagrei ele comendo cu do meninoo pastor me comeu na marra com pauzao enorme contosConto erotico come o cu da nossa filhacontos eróticos pepino no cuzinhoconto incesto ajudandocontos eroticosDei meu cu pro amigo do meu corninho na frente dele contos com fotoConto erotico priminhacontos eroticos brechei minha madrastaContos eróticos com fotos papai e vovôConto erotico caseiroconto erótico , cornoContoeroticopatroa atoladaContos erotico com fotos menage