Minha primeira orgia com novinha de 18 anos


Click to Download this video!


No aniversário de meu primo, uma novinha de 18 anos, com bunda e seios pequenos, mulata, magrela linda de rosto começou a me seduzir. Não tinhamos dinheiro para fazer grande festa então dicidimos, realizar uma sentada com comidas e bebidas junto dos amigos, todos estavam convidados, desde que cada um levasse uma grade de cerveja, uma garrafa de vinho, champae, lícor ou amarula as mulheres levariam os grelhados e churrascos. Adquiri minha parte e entreguei.

Na hora da entrega eramos só cinco rapazes, e havia 3 mulheres, aprontamos tudo ai fui me vestir, quando voltei o sitio estava super bombástico, a música eletronica soava até a rua, três mulheres estavam na rua, alguns homens nos cantos, no estacionamento estava uma jovem linda, cabelos e olhos negros, distraida no celular, abuzinei para ela se afastar do estacionamento ela assustou-se e pulou deixando cair o celular, desci do carro e a cumprimentei, ela respondeu com um tom arrogante pronto a me xingar, quando me olhou nos olhos, deixou de falar por uns minutos ao celular, moderou a voz e insinuou: - nossa?... Querias me atropelar? Não imaginas o susto que me pregaste...

Olhei para ela e sorri, pedi desculas e respondi...

- Não teria coragem de disperdiçar um corpo como teu, (sorrindo) prefiro te matar de prazer entre 4 paredes onde as únicas testemunhas seriam os nossos corpos pelados...

Ela mordeu os lábios, levou a mão ao seu cabelo, virou as costas para mim, me permitindo contemplar as curvas de seu corpo e a divisão de seu bumbum dentro do short jogou um olhar sedutor no ladinho para mim e sorriu com malícia voltando sua atenção ao celular, retirei da carteira um cartão de contacto e coloquei no bolso do short de uma forma inusitada que dava para traçar o tamanho da sua bunda, ela fingiu não sentir meu toque no seu trazeiro e prosseguiu falando sem se virar, pensei comigo mesmo o meu território esta marcado, se ela estiver afim vai ligar, entrei e fui parabenizar o aniversariante que me criticou por ter atrasado, me desculpei abrindo uma garrafa de champae e jogar no corpo dele, demos uma risada ai ele foi se trocar, quando voltou lhe entreguei meu presente e fui procurar um cantinho para me acomodar, a casa estava cheia de convidados, aquilo passou de sentada de amigos para uma festa, não sei de onde viam tanta gente, a verdade é que meu Chrisdikson é bem popular, uma vez que é músico e o ambiente estava bom, com muitas mulheres bonitas e diferentes tamanhos, depois de me sentar e servir um copo de whisky a novinha me recebeu o copo e bebeu todo whisky num único gole, fechou os olhos enquanto fazia caretas sentindo o liquido queimar sua garganta me arrancando aquele sorrisso que desde aquela manhã não tivera tirado, franzi as sobrancelhas num olhar de admiração, ela olhou para mim com cara de safada, encostou a boca no meu ouvido e gritou por causa do volume alto da música:

- O que foi? Nunca viste uma mulher beber assim?

Estalou os dedos e disse: - Acorda meu amor... estamos no século 21. De seguida saiu sorri fraco sem dizer nada, servi outra bebida e comecei a beber, olhava atento vendo as gatas que não estavam acompanhadas para aborda-las, enquanto pensava no que ia fazer com aquela gata que parecia começar a jogar comigo, mal conclui meu pensamento foi quando senti meu celular no bolso vibrando, pensando que era chamada de voz, sai para fora, retirei o celular do bolso e percebi que era uma sms de whatsapp, um nº que não estava na minha agenda, eram imagens de buceta e seios firmes, fui a mil, meus pensamentos vieram a flor da pele e pensei, essa só pode ser ela, então peguei no número e liguei, não atendeu, insisti 3 vezes e nada, aquela curiosodade estava me matando, entao entrei e comecei a procurar com os olhos aquela novinha mulata, entre aquela multidão de gente, não a encontrava, então pensei é melhor eu ir me sentar pode ser que ela vai voltar lá, quando cheguei la encontrei o lugar ocupado, dois casais estavam se enrolando bem ai no sofã, o macho com o ziper aberto e o pau pra fora penetrava a gordinha de mini-saia sentado em seu colo, dava para sentir os gemidos deles, embora discretos, percebia pela cara de safada e dor que a gordinha estava adorando o pau do nego, ela rebolava lentamente a bunda, enquanto o neguinho levantava a bunda dela para cima e baixava facilitando o vai e vem de seu pau na buceta da gordinha, eu que já estava excitado, pirei, fingi não perceber, peguei na minha garrafa e fui pra outro canto escuro, onde dava para observar, os filho da puto se fudendo bem ali na frente de todo mundo, em meio aquela excitação e imagem daquela buceta e seios no meu celular, não resisti levei a minha mão para dentro de minha calça e comecei a tentar me masturbar, quando alguém me apareceu de lado posicionando sua mão encima do volume do meu pau, me causando um grande susto, deixei cair o copo de whisky no chão, ela sorriu e falou baixinho no meu ouvido eu sei de tudo, seu safado, falando isso passou para frente de mim, e começou a rebolar sua bunda no meu pau, aquela novinha desconhecida estava me maltrando, eu tentava agarrar seu quadril e puxar sua bunda para junto de meu pau, mas ela não deixava, sempre que tentasse ela me dava um tapa, feliz de saber que não acabaria sozinho naquela noite, ela passava suavemente as suas mas por cima do meu pau coberto pela calça, a provocação era tanta que eu não via a hora de comer aquela gostosa, parecia que já nos conheciamos a muito tempo, então parti logo para o beijo, apertei minhas mãos na sua bunda, baixei um pouco o short dela e recebi outro tapa, ela baixou virando a bunda para minha cara e abocanhou o meu penis e chupou gotoso ela engolia o meu penis até a glande e até as bolas, rebolava sua bunda ela começava a gemer e eu também, embora nova, ela mamava igual puta, alizava as suas maos envolta do penis, apertava minhas bolas enquanto chupava com malícia a glande, me chamava de safado, filho da puta e eu delirava em contrações de seu gozo descendo, sua buceta estava encharcada de gozo, ela mal conseguia gemer, dava para perceber pelos biquinhos duros de seus seios e forma carinhosa com que abocanhava o meu pau, não demorou para ela soltar um sorrizinho e voltar a bunda para me torturar acompanhando a musica que não parava e o povo que continuava a vibrar, ela descia e subia no seu rebolado, passando a mão do meu pau até minhas bolas, lambidas na minha orelha e chupadas no meu pescoço me deixavam arrepiado, percorria suas mãos sobre o meu abdómem definido e mordia meu umbigo, aquele show não estava deixando so eu louco, mas também alguns machos que estavam por perto nos observando, não demorou muito tempo para um rapaz musculado, moreno, mais alto que eu, se aproximar e se posicionar na frente da novinha, que foi logo apoiando as mãos sobre seu ombro largo e forte, descendo até a fivela do cinto que prendia sua calça, abriu a fivela e desceu o ziper sem nenhum pudor, empinou ainda mais a bunda para mim ao maxímo que pode e desceu a cabeça abocanhando o pau do rapaz malhado, num gole que o fez gemer de prazer, nesta altura eu não conseguia mais resistir, dei alguns tapas na bunda da novinha que deixaram sua bunda roxa, bri o ziper da minha calça, puxei meu pau grosso da calça e enfiei os dois dedos na buceta dela que já estava encharcada de tesão, encostei o short de ladinho e puxei o minusculo fio dental abrindo passagem, meti a cabeça de meu pau na entrada buceta, ela gemeu, ofegante com o pau do rapaz na sua boca, não dava para ouvir o que ela dizia, parece que ela já sentia o que eu ia fazer então fez garganta profunda e voltou a bunda para tras abraçando toda a extensão do meu pau na sua buceta, estremeceu de tesão, ficando com as pernas bambas, tirou o pau do rapaz da sua boca, e começou a kikar sobre o meu pau, gemendo e falando sacanagens que eu não ouvi, o rapaz se aproximou dela, sorrindo com cara de safado e começou a masturbar o clitoris da novinha, ela soltava gemidos altos que eram abafados pela música alta do local, enquanto eu a pentrava por trás o rapaz massageava seus seios e chupava seus labios num beijo quente e gostoso, eu me deliciava com aquela buceta apertada de novinha quantinha e viscosa, minutos depois puxei o meu pau da buceta da novinha que implorava por mais e foi a vez do rapaz comer ela, o rapaz lhe segurou no colo e fomos ate um canto mais isolado do salão longe de olhares curiosos da plateia, encontramos uma mesa vaga de madeira onde o rapaz sentou-se jogando sua calça entre os joelhos, a novinha montou por cima da vara dele preenchedo novamente a buceta da novinha que gritou desesperada...

- me arromba caralho, arromba sua putinha amorizinho... então percebi que ela conhecia o rapaz e que eu estava fazendo parte de uma fantasia do casal, mal me deu espaço para terminar o pensamento quando ela levou minha mão sobre sua bunda que piscava a cada vez que ela kikava sobre o pau do rapaz que apertava a bunda dela igual laranja, cai de boca naquele cú, que cheirava a alcool misturado com porra, lambi igual yougurte, enquanto a bunda dela batia sobre meu rosto, enfiei minha lingua no rego dela, quando de repente senti um jato de gozo encher minha cara, a filha da puta acabara de gozar bem na minha cara, sem nem me avisar, com raiva agachei por cima da mesa abri a bunda da novinha e enfiei meu pau grosso naquele cu moreno e cheio de vida, os nervos, do cu piscavam de dor, ela gritava, implorava para que eu parasse, tremia arranhando minhas coxas com a suas unhas aplicadas, mordia o peito do rapaz que a penetrava na buceta com muito tesão, de repente começou a pedir para ir mais rapido e não parar então comecei a meter rapido e forte ate o talo e depois parei, ela começou a rebolar com força e rapidez, não demorou muito para eu sentir meu pau enchecher de porra aquele cu moreno de novinha, que piscava igual cu de galinha depois de por ovo, deixei meu pau pulsando dentro de seu cuzinho, fazendocom que a sensação provocasse espasmos e gritos de gozo que sairam de ambos os casais, ela saciada e cansada continuou deitada sobre o corpo do rapaz que a confortava em seus braços eu por minha vez, beijei suas costas, me vesti e entrei na festa exalando a feromônios sexuais e porras, depois de alguns minutos fui para casa, tomei um banho bebi mais uns copos e durmi cansado e satisfeito esperando pormenores do dia seguinte...


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


45019 - Minha aluna me seduziu e levou vara na buceta 1 - Categoria: Masturbação - Votos: 7
45261 - Minha aluna me seduziu e levou vara na buceta 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
50029 - Provou e Gostou - Categoria: Heterosexual - Votos: 14
66970 - Uma noite de Sexo inésquecivel - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
67383 - Parei para fuder, Se fudi! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
69781 - O reencontro com Lena - Perdi a prova mas valeu a transa! ! ! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
86626 - Rapidínha das 5h é mais gostoso I - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
86627 - Rapidínha das 5h é mais gostoso II - Categoria: Heterosexual - Votos: 0
86628 - Rapidínha das 5h é mais gostoso III - Categoria: Heterosexual - Votos: 0
96439 - Amigo tambem fura o olho - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
96462 - A Última Sessão ño Cinema - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
96555 - Eu e tu – Meu Sonho contigo - Categoria: Fantasias - Votos: 1
115109 - A primeira vez de Matilde - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
117353 - A Carona - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9

Ficha do conto

Foto Perfil diariodosexxo
carlson

Nome do conto:
Minha primeira orgia com novinha de 18 anos

Codigo do conto:
83059

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
09/05/2016

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


eu era novinha e bundudinha contos eroticosContos transei com minha mae dentro da boleia do cami nhaoContos: gatinha seduzindo o motorista ubermeu amigo enrrabando minha mulherhq porno gaycom meu colega de trabalho conto gayconto erotico novinha andando moto coroabigodinho do ritler videos porno morenascontos erotico maes safadas na praiacontos eróticos clubes do cornocontos de estrupo com entregador de águamexendo na minha xereca contosquadrinhos eróticosdei pro meu filhoporno. meu. filio que. mecomecontos erotico tia viuva"comido pelo meu pai"quadrinho erotico africabucetas pigadasvideos de mulheres sendo marsturbadas e gozando como fazer ?conto erottico vovoXvideo do simpsonminha sogra nuaprezidiario cumeu mulher casada a força dentro do prezidio comtos eroticoesposas casadas se depilar contos eroticosMasturbando escondida moz ate gozarconto porno depilando p cupeituda de conchinha (contos).conto de rasguei o cu da minha empregadaconto erotico fui chupada dormindomeu padrasto me iniciou na zoofiliaconto erotico fazia tudoque meu tio mandavacontos eroticos de injeçãomeu chefe tesao sexo prazer contotaninha moz nuaxvideo.Conto Erotico - Corneando o marido com um travestis !video sexo gratis xxx traição incesto janelafrutaporno fervorosominha esposa e o meu primo pauzudo contos eróticos e fotosultimos contos sadonegrinha feis sexo com o pai por vingançasconto erotico gay ultimoshentay gibis gayConto erótico tampavagostosas capixabas contos eroticos fotosConto erotico acordo de cueca meladasexo maninhaconto erotico meninacheiro da bucetinha da minha filhinhaporno em quatrinho a prefeitaos melhores contos de gang bangcontos eróticos esposa negona ativa com traveco fotosporno em quadrinho simpsonSandro > O namorado folgado da minha prima parte 3contoporno enfiei bananaengravidando mamãe parte 2Contos erotico esposa bundaoconto erotico comendo a esposa necessitada do meu amigoxvideo gay mecanico sendo ertrupado por patraoQuadrinhos porno no campo de fujiadosentiadacontoeroticolesbicas novinha porncontos eróticos gay cumplices se um resfateconto papae nao resistil e mi fudeucontos eróticos minha mãe fez um festa de máscara em famíliacontos eróticos pescaria com sogro pirocudoContos eróticos abusando do cu apertado da esposa a forçacontosrdquadrinhos erotico loirarevista em qadrinho de mae gostosa dando abuseta pro filho comecontosComendo a mulher do meu tiocontos eroticos gays eu e meus amigos fudemos muito na infancia conto gaycontos eroticos de cunhada fudendo com o tiofiquei na casa da minha sobrinha de 19anos e tive que come o cu dela a forca e gozei na boca delahentai padrinhos magicosmeninas arrombadasporno vai novinhaconto erotico de minha tia novinha casada safada puta e rabudaa puta daMinha irmaconto eroticofamília pervertida