Fernandinha na casa da Vovó


Click to Download this video!


Oi para todos, meu nome é Fernanda, a Fernandinha dos meus ultimos dois contos. Estou de volta para contar mais uma de minhas travessuras. Tudo começou nas férias, quando decidi ir para a casa da minha avó, que mora no litoral. De tarde, quase anoitecendo, meu pai me levou até a rodoviaria para comprar minha passagem. Eu como sempre estava vestida feito uma putinha oferecida, com um shortinho bem curtinho e apertado, calcinha e uma minibusinha, bem curtinha e soltinha. Meu shortinho era tão apertado, que entrava na minha bucetinha com calcinha e tudo, marcando minha racinha. Chegando lá desci e meu pai esperou no carro. Então vejo aquele monte de homens gostoso, carregadores, mendigos, todos olhando para mim. Começo a ficar muito excitada, com vontade de ter minhas roupinhas todas rasgadas, ali no meio de todo mundo e ser estuprada, por aqueles machos deliciosos. Vou até a balcão rebolando bastante até chegar lá, conforme eu vou rebolando meus peitinhos durinhos vão dançando dentro da miniblusa, deixando aqueles homens tarados e sedentos por sexo maluquinhos. Cheguei lá e entrei na fila. Logo um monte de gente veio atrás de mim. O primeiro atrás de mim era um senhor, que logo começou a "esbarrar" a mão no meu bumbum. Eu adorei, fiquei arrepiadinha e comecei a rebolar discretamente na sua mão, ele percebeu minha excitação e começou a esfregar o pinto no meu bumbum. Quando cheguei no balcão tive que me inclinar para falar com o vendedor, mostrando meus seios durinhos ao vendedor e empinando meu bumbum. Os homens que estavam atrás de mim foram a loucura. Comprei e voltei para o carro molhadinha. O onibus ia sair às 22:00 hrs. Chegando em casa tomei um banho, fiquei bem cheirosa. Coloquei a menor calcinha que eu tinha pois estava muito excitada e um vestidinho bem curtinho. Cheguei na rodoviaria, subi no onibus e fui procurar minha poltrona. Todos os homens olharam para mim. Meus seios começaram a ficar com os biquinhos durinhos, então eu achei e sentei do lado da janela. O meu lado estava vazio. Estava toda triste pensando que ia viajar sozinha, quando entra um negro lindo, enorme e que sentou do meu lado. Ele olhou para mim, sorriu e pediu licença para sentar. As luzes se apagaram e o onibus partiu. Nós começamos a conversar. Seu nome era Paulo, tinha 38 e era casado, também morava em Rio Preto. Depois de conversarmos bastante, disse a ele que ia dormir e com a maior cara de sacana, perguntei se podia colocar minhas pernas no seu colo. Ele sorriu também excitado e disse que sim. Quando fui erguer a primeira perna, meu vestidinho subiu e apareceu minha calcinha toda molhadinha, com uma mancha mais escura na região da rachinha, soltando meus pelinhos na parte de cima e nas laterais dela. Ele ficou encarando minha xoxotinha e sorrindo e eu fingindo que não tinha acontecido nada de mais. Fechei os olhos e fingi dormir. Depois de uns quinze minutos, senti que ele começou a erguer meu vestidinho bem devagarinho, para ver minha calcinha e meus pelinhos, abriu a calça e começou a bater uma punheta. Então eu deixei uma perna minha cair para que ele visse minha bucetinha toda molhadinha. Ele não resistiu e começou a esfregar a mão com força na minha xoxotinha. Ele esfregava com tanta força que minha calcinha começou a descer, mostrando meus pelinhos castanhos para ele. Já nem fingia mais dormir, estava com a respiração ofegante, enquanto Paulo enfiava a mão na minha calcinha por cima, quase rasgando. Eu rebolava, gemia baixinho enquanto ele enfiava dois dedos na minha bocetinha. Então eu comecei a apertar meus peitinhos por cima do vestidinho, enquanto ele pegou no meu quadril e me puxou para mais perto dele. Então ele colocou o pinto dele no meio das minhas pernas, passando na minha xoxotinha, que escorria de tesão, molhando seu saco e meu bumbum. Seu pinto era tão grande, que mesmo deitada eu conseguia ver ele saindo entre minhas coxas. Então ele começou a tirar minha calcinha, apertando bem gostoso minha bucetinha, e eu gemendo baixinho. Então eu sentei na poltrona e nós nos beijamos. Sua mão continuava na minha xoxotinha, enfiando dois dedos nela. Ele me pegou e me colocou sentada no seu colo, com seu pinto entre minhas pernas, passando na minha bocetinha, quase encostando no meu umbigo. Então eu subi um pouco, o suficiente para ele colocar o pinto no meu bumbum. Então comecei a sentar em cima dele, bem devagarinho. Estava doendo e eu ameacei sair de cima dele, mas ele segurou no meu quadril e foi me puxando para baixo. Meu cuzinho foi engolindo aquele pintão, até que eu senti os pelos do seu saco encostarem na minha vagina. Comecei a subir e descer bem rápido, enquanto ele apertava meus peitinhos por cima do vestidinho e enfiava um dedinho na minha bocetinha. Ele chegou bem pertinho da minha orelhinha, me mordeu e disse: - Sua putinha gostosa... tá gostando da minha vara no seu cuzinho... claro que está... você não passa de uma pirainhinha barata... Vou te encher de porra, você vai ver... Depois ele começou a socar fundo no meu bumbum, me segurando pelos peitinhos, dizendo que ia gozar. Eu já tinha gozado várias vezes, quando ele me deixou escapar daquela tortura deliciosa, mas para logo começar a entrar na minha bocetinha, toda aberta e melada. Novamente comecei a cavalgar, gozando sem parar, enquanto sentia aquele pintão batendo no meu útero. Ele socava sem piedade. Deu mais duas estocadas, para gozar fundo dentro da minha xoxotinha. Rapidamente, vesti minha calcinha e me recompus, pois nós tínhamos chegado na primeira parada. Desci e fui ao banheiro, pois minha calcinha e minha xoxotinha estavam encharcadas de esperma, e eu estava toda suada e precisava me lavar. Assim nós continuamos a viagem inteira, transando em todas as posições, no banheiro.... Um beijo a todos...


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico fernandinha

Nome do conto:
Fernandinha na casa da Vovó

Codigo do conto:
445

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
11/12/2009

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eroticos zoofilia cadelaporno brasileiro meu marido so que come meu cuzinho porque ele e apedadihoporno coroas das pernas bem grossas do quadril largo só de vestidinho bem curtinhofotonovelas corninhos tia sobrinhocontos eróticos de i****** mamãe ajuda filhinha abrir a b***** levando rola do tiocontos eroticos nudismo forçadocomtos arregasei a novinha casada na lua de melsedutoras e marrentas parte 4 contos eroticosconto erotico gay brigandocontos louco por cunhada rabuda casada "evangelica"Contos erotico madrasta gostozaXVídeos pegando as menininhas as rebarbasquadrinho porno mae e filhoconto erotico gay: cumplices de um resgateSexo com Beto Papakuhq porno o segredo da tia paulinemeu genro comeu meu cu virgem contoContossexincestofotos de loiras taradas f******sexo novinha fundada dando vuConto erotico com fotos Cheirando calcinhas da vizinhaaconto erotico gay apaixonadodoce nanda contos eroticoscontos erotico fui obrigada atransa ate com cachoroContos com a tia peludaconto gay penisconto erotico corno esposa chapadAsexo com maduro gostoso conto eroticoietorias de mulher que deu o cu virgem e nao aguentou o pau no cu com fotosporno mae blog de imagenscontos eroticos gays,meu tio me fez mulhersinha gratiscunhado cumedo a mulhe ia cunhadaesposa com caseiro conto eroticoconto erotico em quadrinho a esposa e o cachorroquadrinhos eróticosdei pro meu filhocontos eroticos gay em hotelemrrabada na fasenda por papai contos eroticos de incestocriada pra ser putinha do vovo e.do papaicontos gay tetinhas gordinhaConto Erotico quadrinhocontos dei pro meu irmão pintudoContos eroticos com as prinhas de 10 e 12 amimhosporno em desenhoquadrinhos eróticos sinucaporno ny quadrinhos contoscarolzinha santos baixinha gostoza trepanoContos de menage com fotos ilustrativaconto erotico com fotos/ rabo da maecontos carona magrinhaMeus dois macho meu outro sobrinho quadrinho eroticoconto ballbusting sado relato cuecaWww.imagemporno.com.brcontos eróticos acampando com minha professoraquadradinho errotico com negão com pau gigantever se tem novos vídeos de bucetinhas de égua no cio ao vivo em abril de 2017 hojeFiquei viuva meu amigo veio na minha casa eu disse pra ele me fuder na minha cama conto eroticoporno perdendo o cabaçocontos eroticos perdi a aposta e dei o cuContodebucetaContos eroticos.meu filho e minha calcinhascontos eroticos metendo na coroa gorda deficiente fisicameu primo me fodeu gostoso com fotosContos gay pau pequenocontos eroticos padrinho agora quer todo diacontos de noivas metendo com outros e cornos vendo aabajun pornoContos eroticos com coroasconto erótico de gay fudendo com catador de papelãoConto travesticontos erótico flagrado comendo cu gaycontoeroticodfcontos eroticos zoofilia de pinheiral rjcontogayporno jogando strip poker com minha mulher verídicoboquete "veias" contosoh familia 8 parte 4 hentaiQuadrinios de incestoConto erotico dei para o amigo do meu pai em quadrinhopadrasto chupando a enteada conto ilustradoMeu Irmao Conto Incestoadoro ver minha mae fudendo com meu padrastovelho metendo em netinha porno fatima garcia conto eroticocontoeroticoirmãosConto ui ui passa lingua cucontos com fotos de esposas exibicionista e taradasPutaria no cio gaycontos papakuconto erotico kawaiia maior pica contosporno em quadrinhos de negao e loiraBruno1 conto erotico gayimagem de sexo de putas com tesãoquadrinho filho taradoconto erotico a costureirahistorias em quadrinhos priminha gostosa quadrinhos eroticos seiren ep 15contos eroticos de zoofilia duas lesbicas e um cavalocontos eroticos gay primo