Primeira noite c/ Stella esposa de Corno Humilhado


Click to Download this video!


Bom, passado 2 dias, o Sergio me liga querendo saber da minha resposta, disse a ele que iria ter que fazer uma pequena viagem a trabalho, cerca de 2 a 3 dias, e que na volta acertávamos tudo. Ele me agradeceu muito por aceitar comer a mulher dele, disse que pagaria todas as despesas, que eu poderia tomar qualquer coisa, e etc... e que a Stella ia escolher o lugar.

Combinamos em um sábado as 23:00 hs em um barzinho na Vila Madalena, cheguei um pouco antes, pedi uma garrafa de vinho e fiquei esperando por eles. Passado uns 20 minutos, vejo uma loira linda, deslumbrante ao lado de seu marido com cara de bunda, totalmente sem graça, a impressão que tenho é que pra ele todos ali do bar sabiam que ele iria entregar a sua esposa de bandeja pra mim...

Ela chega me cumprimenta com um selinho, certamente fazia parte do projeto dela humilhar bem o futuro corno, ele meio emburrado me da a mão chateado, a palavra certa é com “CARA DE CU”, pra quem curte ser corno, esse é um momento sublime, de grande tesão, mas quem não curte esse fetiche, e se diz comedor, estar ali preso ao cinto e vendo a esposa dele ao meu lado, sabendo que vamos sair dali e ela vai se entregar totalmente a outro, deve ser uma sensação bem desconfortante. Bom, claro que pensava nisso, mas devido a simpatia da Stella, ao vinho de excelente qualidade fomos se soltando, e o Sergio sempre com “cara de cu”, ela ficou conversando sobre o trabalho, falando como ela estava crescendo dentro da empresa, enfim... Ate que começou a falar da traição do Sergio, me contou tudo com detalhes, disse como se sentiu arrasada, que queria mesmo se separar, entrou em depressão, e lembrava-se dos meus conselhos naquela conversa que tivemos no final de um dia do treinamento, onde ela me disse que suspeitava da traição. Então ela colocou tudo em pratos limpos, queria muito se relacionar comigo, pois desde a época do curso sentia tesão em mim, mas que isso, ao meu lado ela se sentia valorizada, e não descartada como fez o marido dela, disse tbem que como era casada não fez nada, não avançou o sinal por respeito ai marido, mas que quando descobriu tudo se arrependeu, e que queria muito que eu fosse seu amante, queria curtir muito comigo, mas antes queria dar o troco no marido. Continuou falando e o Sergio cada vez mais com “cara de cu” envergonhado pela esposa estar falando abertamente comigo sobre isso, ela ainda falava que agora tinha certeza que o Sergio não traia mais, pois estava com cinto de castidade e passava a mão no pau dele por cima da calça, falava e dava risada... Então disse que pretendia sair comigo 5 noites diferentes, e que iríamos curtir de tudo um pouco, e sempre o marido estaria presente vendo tudo, ele teria que ficar pelado e com o cinto, e perguntou a ele se era isso que ele queria. Olhei pra cara do Sergio, que nesta hora estava assustado com a liberdade que Stella tinha comigo, ele respondeu que sim, que iria assistir a tudo e não faria nada, apenas ia aceitar todas as determinações da esposa dela, pois tbem se sentia culpado por ter traído.

Saímos do barzinho, o Sergio disse pra deixar o meu carro no estacionamento, e fomos no carro dele, fui atrás com ela, conversando, confesso que estava meio constrangido e ela tbem, eu nunca tinha saído com um casal antes, ainda mais nessas condições, com o marido dirigindo e sendo obrigado a assistir, parecia que ele estava indo para o matadouro, a essa altura a cara dele era de "CU DE ELEFANTE", estava visivelmente irritado, com ciúmes de tudo aquilo, não queria de forma alguma aquilo, mas estava sendo obrigado, ou era dessa forma ou Stella se separava dele em definitivo. Ficamos ali conversando, eu peguei em suas mãos, estavam geladas e tensa, perguntei se era isso mesmo que queria fazer, ela me respondeu com muita propriedade, que sim, estava muito feliz com tudo que estava acontecendo, que neste momento estava se sentindo desejada, mulher, acarinhada e valorizada, e que cada vez mais estava decidida a ir até o fim com seu plano, que iria me fazer o seu amante fixo por muitos anos. Neste momento, o Sergio para o carro e diz em tom serio que isso não estava combinada, que ele iria aceitar assistir ela transar com outro por 5 vezes, e que depois não haveria mais sexo fora do casamento entre eles. Ela deu uma risada e disse... Veremos meu querido, vc fez o que quis, eu agora vou fazer tbem, e com certeza não haverá mais sexo fora do casamento da sua parte, não mais da minha, ele tentou retrucar, e ela deu um cala boca nele que contínuo dirigindo pro motel sem falar mais nada, assim ele fez.

Chegando ao motel, entramos na Suíte, ela pediu pra o marido encher a hydro e sentar na poltrona pelado. Ele aceitava a tudo passivamente, foi tirando a roupa, ela pegou uma algema e um consolo. Deu uma lubrificada e enfiou no cu do marido, fez ele sentar e trancou as mãos dele de forma que ele não poderia se levantar, nem se mexer. Ele estava tenso, a poltrona que esta sentado ficava bem ao lado da cama, e de costas para a Hydro.

Deitamos nos 2 na cama e começamos a nos beija, fui levantando a blusinha dela, apareceu um par maravilhoso de seios, tamanho médio, todo rosinha, durinho, uma delicia, comecei a chupar, e ela fui tirando minha calça me deixando de cueca, e ela se levantou e tirou a saia dela ficando só de calcinha, meu pau latejava de duro, neste momento eu nem lembrava que o “corno cara de cu” estava ali do lado vendo tudo e preso, e com o pau dele estourando dentro do cinto, ate que ele começou a reclamar de dor do cinto, ela não deu ouvidos, e tirou a calcinha, mostrando uma bucetinha linda, cheirosa e carnuda, poucos pelos, uma delicia, pensei que a tal secretaria que o Sergio comia, deveria ser muito, mais muito gostosa, pois pra ele trair a Stella, teria que ser maravilhosa mesmo, pois só louco trairia uma mulher como a Stella. Eu estava enfeitiçado, ela me chupava, me beijava, um verdadeiro tesão. Nisso o coitado do Sergio, estava reclamando da dor no pau, e implorava pra ela soltar o cinto, pois doía muito, ela olhando ele chorando, não de dor, mas da situação disse em tom serio. (Stella) – Para com isso, sabe que as chaves estão na minha sala no escritório junto com as fotos, como vou tirar isso aqui agora, mesmo que eu quisesse não teria como, mas eu tbem não quero, então aguente firme ai e sem reclamar...

Fiquei olhando aquele homem, forte, inteligente, totalmente entregue aos devaneios da sua amada esposa, imaginando a força que uma mulher exerce sobre nos, como ela conseguiu transformar um garanhão comedor, em um corno cara de cu, humilhado ao ponto de chorar e pedir perdão a ela pelo que fez. Meus amigos, as mulheres tem uma força incrível, sempre é bom te-las ao nosso lado, nunca queria ter elas como inimigas. Eu me solidarizava com ele, mas entendia que ele tinha sido um safado com ela, e que naquele momento eu era a moeda de vingança dela, e claro estava aproveitando muito tudo isso, e ela tbem estava super feliz, curtindo tudo. Eu sou prova da moral indiscutível da Stella, da fidelidade, e do respeito que ela teve pelo marido, pois apesar de, hoje saber, que ela ficou interessada em mim, nunca deu nenhuma abertura, todas nossas conversas ela se portava como uma mulher casada e digna, isso me dava mais tesão ainda, pois sabia que não se tratava de qualquer uma, e sim de uma esposa que estava machucada e humilhada por um marido que não deu devido valor a ela, isso aumentava a minha responsabilidade, pois em nenhum momento queria que ela se sentisse usada, ou que eu estivesse me aproveitando da situação, mesmo pq eu estava curtindo muito estar ali com ela, e da minha parte queria fazer da sua vingança ao marido a melhor das viagens dela....

Neste momento, Stella para de me chupar, e me chama pra ir à Hydro, deixar o Sergio sozinho ali só escutando, quem sabe ele se acalma um pouco. Neste momento, eu vejo como ela pode ser mais cruel ainda. Ela vai ate a bolsa, tira um comprimido azulzinho, esse mesmo, da pro marido que rejeita, mas acaba engolindo, ela queria que ele ficasse totalmente de pau duro dentro do cinto. Quem já tomou sabe como é, porem tomar o Viagra e ficar preso ao cinto vendo sua esposa transando a menos de 1 metro deve ser terrível.

Fomos para a Hydro, ficamos La brincando, chupando por quase 1 hora, ela estava deliciosa, me chupava, me beijava, eu chupava ela, esquecemos totalmente do marido La na poltrona. Saímos da Hydro, nos enxugamos, e fomos pra cama, chegando La o Sergio estava irreconhecível, vermelho, tenso, e claro com muitas dores no pau, eu fiquei com pena do corno, que esta hora não estava mais com “cara de cu” estava totalmente transtornado, resolvi dar um copo de água pra ele, pois via o sofrimento dele, mas neste momento enquanto levava o copo de água na boca, a Stella me chama e vai ate ele e coloca a bucetinha na cara dele, diz pra ele chupar que eu vou comer, ele desesperado começa mesmo preso a chupar, ela soca a buceta na cara dele e eu fico ali olhando, o cinto de castidade dele parecia que ia estourar, o pau dele estava totalmente duro pela situação e pelo Viagra, porem sem espaço pra crescer dentro do cinto, ele chupava ela, e eu olhava os 2 ali, ela com uma perna ao ar entregando a buceta ao marido dar uma ultima chupada antes de se entregar a mim... Que delicia de visão, ajudei ela a se equilibrar, e depois a coloquei deitada na cama, e começamos a transar deliciosamente na posição papai e mamãe, bem ali do lado do marido preso, eu a beijava, ela me beijava, colocava meu pau bem gostoso dentro da buceta deliciosa dela, enquanto nos abraçamos, era um caso de amor, ia muito mais alem de uma simples transa, ela me dizia coisas no ouvido que não entendia direito, metia gostoso nela, beijava sua boca carnuda, era uma delicia de sexo, ela era realmente um tesão, um fogo total, mesmo pq estava tbem a mais de 3 meses sem transar, estava com muito tesão, ate que ela começa a gozar bem gostoso, eu enterro meu pau duro na sua buceta e fico parado, vendo ela se estremecer em um gozo maravilhoso, ela fica sem fôlego e volta a me abraçar e beijar, estamos ali na posição papai e mamãe, ela me beijando, quando me diz que me ama, que tem muito tesão por mim, e que a traição do “corno cara de cu” foi a melhor coisa que aconteceu, ela esta realmente alucinada de tesão, então mudamos de posição, começou a me cavalgar, e em 5 minutos estava gozando novamente, agora quer ficar de 4 olhando pro marido enquanto eu soco na buceta dela, ate que anuncio que vou gozar, ela pede pra parar e começa a me chupar, eu deito na cama com o pau pra cima ela vem bem gostoso engolindo todo o meu pau me fazendo ter uma das melhores gozadas da minha vida, enchi a boca dela de porra, e claro que ela se levantou foi ate o marido e deu um delicioso beijo de língua nela enchendo a boca dele com a minha porra. Meu era muita humilhação pra ele, sentado ali, trancado, com um consolo enfiado no cu, vendo a esposa dele transar e falar aos 4 cantos que me amava, e vendo o tesão dela por mim, e depois ainda receber um beijo cheio de porra. Uau, coitado do cara, mas sempre lembrava que ela tinha razão em fazer tudo isso.

Ficamos ali conversando por mais de 1 hora, o corno quieto ao lado, tomamos uma garrafa de vinho e ela começou a se animar, queria mais uma transa, eu estava ali cansado, mas com muito tesão, meu pau começava a ficar duro, então ela tirou da bolso um Ky Gel, foi ate o marido, soltou as algemas dele, e disse pra ele vir ate a cama e lubrificar o cu dela, pois eu iria comer, ele ficou sem graça e fez, já não reclamava mais, ficava quieto, totalmente humilhado, e fez o que ela pediu, voltou e sentou na sua poltrona, e nos ficamos ali sarrando e tentando colocar o pau no cu maravilhoso dela, porém, era muito apertadinho, e estava com dificuldade de entrar, então ela disse ao marido pra passar mais gel no cu e tbem lambuzar meu pau, pois assim ficaria mais fácil de entrar, neste momento o plug anal dele caiu, e ela o fez recolocar e não deixar mais cair, ele se aproximou de mim e foi passando o gel na sua mão pra colocar no meu pau, eu disse a ele que não precisava, pois eu mesmo passava, claro que ele não queria fazer isso, e eu disse a Stella que simplesmente não curtia, mas estava com tesão dele passar o gel em mim, pela situação, mas era muita humilhação e ela aceitou, eu passei o Gel e comecei a enfiar meu pau em seu cuzinho apertadinha, ela delirava, gritava, e gozava, ficamos alia metendo uns 20 minutos, ela já estava acabada, tinha gozado umas 4 vezes, ate que eu disse que ia gozar e queria gozar dentro do cuzinho dela, estávamos deitado de ladinho, tipo conchinha com meu pau dentro do cu dela, ficávamos de frente ao marido que estava sentado na poltrona, com o plug porem agora sem as algemas assistindo a tudo passivamente, então gozei gostoso, enterrei de vez meu pau totalmente duro dentro dela, e ficamos ali deitado se abraçando, eu beijava seu pescoço, ela virava e me beijava a boca, e dormimos acho que umas 2 horas ali abraçados e com meu pau já mole dentro do cu dela.

Acordei, e o marido não estava mais ali, estava perto da hydro pensando no que ele tinha feito com o casamento dele, conversamos um pouco e disse a ele que tinha muitos casais que curtiam o ménage, e que isso não era o fim do mundo, e que a Stella estava muito machucada com tudo que acontecera, e que agora ela estava realmente curtindo. Perguntei a ele se ainda a amava, e me respondeu que sim, que a amava de mais, não conseguiria viver sem ela, amava tanto a ponto de aceitar tudo isso...

Voltei pra cama com a Stella, deitei ao seu lado e comecei a fazer uma deliciosa massagem em seus pesinhos, ela totalmente relaxada ali pelada aos meus olhos, uma princesa linda, sexy, um vulcão na cama, fiquei fazendo a massagem por quase 1 hora, passando dos pés, pernas, barriga, ombro, e claro fiz a Yoni Massagem (Quem não conhece se trata de uma massagem tântrica do lado interno da vagina, leva a mulher a loucura de tanto tesão fazendo ela a gozar alucinadamente é o que chamamos de orgasmos múltiplos), ela estava meio sonolenta, e foi acordando com a massagem, quando percebeu estava gozando como louca na minha mão. Depois ela acordou e agradeceu pela massagem, então eu disse a ela, que sou massagista tântrico, que apesar de não ser profissional sei como levar uma mulher a ter orgasmos através da massagem, ela adorou e disse que ira sempre querer essa massagem...

Já estava amanhecendo, fomos tomar banho, pedimos o café da manha, comemos os 3, o marido já estava sem o plug anal, vestido, e querendo ir embora, enquanto nos 2 estamos ainda pelado e curtindo o momento, brincávamos, contava piada, ela me beijava sempre na boca, diferente do marido, não tínhamos a menor pressa de ir embora, tomamos um banho, saímos nos 2 no banco de traz abraçados nos beijando, ela me agradecendo pela noite maravilhosa, e eu claro agradecendo a ela por essa noite, tudo maravilhoso, (Pelo menos pra nos 2) eles me levaram ate o estacionamento onde deixei o meu carro, ela desceu comigo e nos beijamos por uns 5 minutos, ela estava feliz e emocionada com tudo que tinha acontecido, me abraçou forte, me agradeceu não pelo sexo, mas sim pelo apoio, por entender o momento difícil que ela estava passando de ser traída pelo marido, ela estava totalmente carente, e precisava muito de tudo isso, o sexo foi só uma forma que ela encontrou pra se satisfazer fisicamente, mas a nossa noite tinha sido muito mais do que apenas sexo, ela estava se sentindo valorizada, desejada, acarinhada, e claro totalmente satisfeita sexualmente, pois fazia mais de 3 meses que ela não tinha uma relação.

Eles foram embora, com a promessa de que o Marido entraria em contato comigo pra gente agendar a 2ª noite com Stella

Aguardem, vou relatar a 2ª Noite com Stella.


Sou loiro, olhos azuis, tenho 1,73m e 85 kg, pele clara, 37 anos. Procuro casal, onde o sexo seja consequência de uma amizade, não quero apenas uma transa casual. Quero ser amante fixo do casal, c/ sexo e respeito, curto de tudo, apimentar a relação do casal com massagens e brincadeiras. Quero amizade entre nos 3. E vcs? Se procuram um cara que respeite o casal em todos os sentidos com tesão e sigilo.

Foto 1 do Conto erotico: Primeira noite c/ Stella esposa de Corno Humilhado

Foto 2 do Conto erotico: Primeira noite c/ Stella esposa de Corno Humilhado


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario paumaduro

paumaduro Comentou em 09/08/2015

Bom conto, parabéns

foto perfil usuario amancio

amancio Comentou em 18/02/2014

hum que delicia

foto perfil usuario jordanel

jordanel Comentou em 17/02/2014

A narrativa erótica é muito bem escrita Mesmo sendo uma ficção serve de aviso para quem trai seja marido ou esposa o primeiro desejo que vem no traído é a separação e o traidor tem que esta preparado para assumir porque ser humilhado é fora de cogitação. Lê mais quatro capítulos com você comendo a mulher e o corno assistindo vai ser foda.

foto perfil usuario casal tarado

casal tarado Comentou em 17/02/2014

Muito bom....

foto perfil usuario fontaor

fontaor Comentou em 16/02/2014

Uma estória bem escrita, mas muito irreal, existem maridos cornos, até eu fui,mas creio que a esse ponto é um pouco demais, de qualquer forma votei.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


42988 - 5 Noites c/ Stella – Esposa traída de Marido Corno - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
76403 - Primeira troca de Casal - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
76510 - 2ª Noite–Troca de Casal–Surpresa... Continuação - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14

Ficha do conto

Foto Perfil pauamigo
pauamigo

Nome do conto:
Primeira noite c/ Stella esposa de Corno Humilhado

Codigo do conto:
42990

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
15/02/2014

Quant.de Votos:
16

Quant.de Fotos:
2


Online porn video at mobile phone


contos eroticos comendo a vizinha e o marido olhandoContos eroticos mamae e filhas gulosas mamando nos seus seis filhos pauzudos em um gang bang no sitoconto erótico coroa dano p mlkconto dupla penetraçãoquadrinhos 3d pornôquadrinhos eróticos de negrocotoseróticosde mulherese travestiscom fotosbustão peludconto porno machuquei meu tentando comer cu delaconto erotico maquinha gulosaxvideo carona e ficou zangadameu sobrinho conto eroticoaconto eroticoconto dupla penetraçãocorno de caminhoneiro contoshentais eroticos quadris com o sogroquadrinhoseroticos/pauzudoco,m fotos conto erotico mae do meu melhor amigo do trabalho trai o pai dele comigo. ele descobriu ai nos saimos na torrada na casa dela qhq porno tutora o'malleyMae gosta de pau conto incestocontos eroticos guardetes noturna trepandoAnã fode gostoso conto eróticogostosa da minha irmã veio morar comigo no meu apartamento contoconto erotico meu genro picudocontos eróticos de gay comido pelo tio do meu amigoConto erotico primacontos eroticos novinha rabuda sonha com medingo fudendo ela e ela procura um medingo pauzudo na ruacontos eroticos/tetas grandesporno fodi minha meninhawww.sogro pauzodo comendo cu da noraultimos contos sadoConto abusaram minha irmaconfesso chantagiei minha irmãzinha pra ela me masturbaCont erot fragante de mamaeconto erotico travestihistoria em quadrinho que movimento para uma boa masturbaçaocontos eroticos meu corno trabalhandoconto erotico o amigo do namoradocontos vacilei e engravidei do meu filhoconto erotico gay peludocontos eroticos fui comida pelo meu chefe e chingada feito uma puta vadiaabajun pornoquadrinhos porno vovo voieurporno gostandoantes de comer a mulhercontos de sexo bar stripteaseentalei conto eroticoQuadradinho eróticos pastoresCANTOS FOTOS DE SEXO DE MECANICO PIROCUDO COM MAE E FILHAS NOVINHAS VIRGEMprocurar imjem mulher agachada mostra a lingua da bosetaoporno contos eroticos mae e filho carnaval1820 anos toda pelada tomando banho na banheira bem gostosa mostrando o bucetãoMEDICO TARADO.EM.EXAME NA XOXOTAminha cunha fragou eu fudeno minha es posa e fudeu jutos no xvideofamilia sacana seu dedinho e grosso papaice1 15 a/gande viagemsexo cdzinhaanjo negro contos eroticostio tarado pega enteadanuaconto erótico corno gaymeu marido dormiu e o meu padrasto socou pau na minha buceta. conto eróticopraia de nudismo contoscocaram no meu cuzinhoconto erotico gay dando pra duendefudendo cu dorprimo Conto erotico de prima na pica de 28quadrinhos eroticos gay chiquititaspapai roludo comeu meu cuzinho eu falei ai papaiconto erotico de amiguinha brincando de esconde escondecontos eroticos irmao fode irmao e irma com seu cacete de 27cmcontos o encanador pica ggvantade de xixi sadamosquismo conto euroticoConto erotico. Supositorioescravo gay contosainha pra admirar lesbicas contoscontos de putinha no chicotecalcinhas de npvinhas meladimhascontos eróticos ferias de famíliaconto erotico cagandoconto erótico ai NR cucontos abusei dela na lavanderia na marracontos eroticos gay currado pelo personalmeu corninho eu quero uma pica gozando dentro de minha e meu céucontos eroticos comendo o catarro delesouputinha do papai e seus amigos contos eroticosmeninAcrenteputaContos meu cu mordia dois pal ao mesmo tempo no meu cuencoxada na esposa do cara contosver.,mulher com roupa. eroticaincesro mael e filhocomendo a esposa quadrinho eroticofoto do cuzinhodaminha filha