O negro corno


Click to Download this video!


Alô! É a Dil. Tudo bem? Você vai realizar a fantasia que está faltando: botar chifre num negro.
Esse foi o primeiro contato com Dil, uma negra desejosa de cornear o marido depois que descobriu que ele tinha outra mulher. Trocamos e-mails nos quais contava meus relacionamentos com mulheres que traem e faltava um negro corno no meu arquivo. Chifrei namorados, noivos, louros, estrangeiros, nordestinos, jovens e velhos.... no entanto, não havia um só negro na minha relação de chifrudos. Dil se oferecia para acrescentar a peça que faltava no meu jogo de cornos. E tivemos um encontro num barzinho para a avaliação mútua que foi muito positiva. Nessa tarde mesmo pude alisar o corpo de Dil e dar um beijo na sua boca carnuda. “Eu vou ser a vagabunda que você deseja.” ela disse. “Será que a cabeça do maridão está preparada para os galhos?” brinquei. “Espaço tem bastante e vamos colocar uns galhos bem frondosos na cabeça daquele puto.” ela me incentivou.
Marcamos para uma quarta-feira e não aconteceu porque a filha dela ficou doente. Uma semana depois, conseguimos um tempo e cada um chegou no motel no seu carro. Vou resumir para chegar ao ponto de maior interesse: a foda. Dil estava enlouquecida para fuder e vingança era um objetivo que minha vadia não abria mão. Ela botou um retrato do casamento dela na cabeceira. Ela de noiva, o futuro corno de terno; os dois naquela pose característica de recém-casados felizes. “Esse é o primeiro negro que você bota chifre. – ela me disse - olha antes de enfeitar a cabeça dele. Tão lisinha, não é? Daqui a pouco, vai estar ocupada pelos galhos de um belo chifre. Aliás, se beijo representa chifrinho... já cresceram alguns chifrinhos porque beijei meu amante na boca.” Eu emendei: “É... na cabeça do corno já existiam chifrinhos mas o chifre de verdade só depois da mulher dele ser minha puta. Isso vai acontecer é agora!” Chupei os peitos de Dil, fui descendo pelo umbigo e cheguei naquela buceta rosinha emendando com o cu. Dei meu pau para ela chupar. “Chupa meu pau com a boca que beija a boca do corno, sua puta!” eu falei. Me virei para o retrato e disse: “Olha tua mulher chupando minha piroca, seu corno!! A boca que você beija está com a marca da minha piroca.” Levantei a cara de Dill e fui dizendo: “O perigo é ele gostar do gosto da piroca e, além de corno, virar viado!” Dill tirou a boca da pica e pediu: “Não faz eu rir, deixa eu me concentrar nessa coisa gostosa que está na minha boca.” E aí, me veio uma idéia. Deitei na cama na posição de frango assado e mandei: “Lambe meu cu. Tua boca tem de ficar com a marca do meu cu também.” Dill lambeu meu cu feito uma cadelinha. “Enfia o dedo. Enfia o dedo todo. Enfia todos os dedos. Quero que você passe a mão na cara do corno com os dedos marcados pelo meu cu.” O polegar, o indicador, o mindinho.... cada dedo da negra no meu cu fazia meu pau pular e ela revelou que sempre tivera essa fantasia mas o corno ficava puto da vida quando ouvia tal proposta. “Você usou meu cu, agora, chegou minha vez de usar o seu.” Eu disse virando ela de quatro. Assim que eu gosto: a vagabunda de quatro para eu ver bem o cu. Enfiei o pau que encontrou certa resistência mas foi em frente. “Bota na minha bunda que meu marido é corno!!” Dill gritou olhando para o retrato. O retrato do corno sorrindo ao lado da noivinha muito pura.
No último e-mail, Dill me contou que reatou com o marido e os dois planejam mais um filho. Desejei felicidades e agradeci pela fantasia que ela me deu a chance de realizar. Entre tantos cornos computados no meu arquivo, faltava um negro, não falta mais. Eu sei que o marido de Dill é o negro corno que faltava.



Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


3009 - Um corno a mais no mundo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
3888 - Para servir, servem as escravas. - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 1
3955 - Para servir, servem as escravas. (segunda parte) - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 1
5580 - Mulher e corno, minhas escravas. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico rela262952

Nome do conto:
O negro corno

Codigo do conto:
3152

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
08/10/2004

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eroticos gay eu limpando pal sujo de sebocontos eroticos da noiva e seu padrinholoira ganha presente surpresa no hotel do marido cornoConto erotico de meninaContos erotico fantasia amei duas pica dentro demim meu marido e o amigocontos eroticos filho comendo a buceta ta maeconto erótico corno gayContos eroticos gays irmao pai e tio dotados trasandopapaifode filhinha todas noite no seu quarto conto eroticocontos eroticos gay dei o cu no acudeconto gay uberconto erotico casada chupa pau cavaloFoda na mae dopada contoscontos eroticos gay meu pai de vinte e dois anos bebado comeu meu cu quando eu tinha oito anostomates conto heterocontos erotico namorada na praia com amigosfudendo o cuzinho das mais gostosas novinhasxvideos velhinho supano bureta de mulher Contos eróticos expiando pauzoes na praia de nudismocontoerotico fudida pelo marido e sogroContos.eroticos.minha.madrasta.bucetuda.e.peituda.dor.mindo.bebada.contos eroticos gays com gesseirosConto erotico me comeu e humilhou meu maridoconto vendo meu cu baratinhocontos eroticos negao com pau de 30 cm me rasgo eucasadoporno anal filho comendo a maexvidios gay esperma na baladaultimos contos sadomamae calcinha atolada na buceta quadrinhoscontos gay eroticos rola suada e fedendo a sebocomendo a chapada conto eroticoconto erotico cheiraram minha calcinhapeguei meu marido comendo minha filhacontos eroticos ilustrados de/cornocontos de crossdresscontos eroticos comi meu vizinho novinhoContoeroticosurubaquadrinho eroticos ilustradocomics incesto familia increible xxxxvıdıo VENDOU A ESPOSA PRA NAO VER OUTRO COMER ELAcavalo rasgando cu ate soltar porraporno cadrinho estrupoImagens porn gay liga da justicameu Marido quer que eu foda com um negro contos.comcontos de grelos enormes gozando encaixadinhos num sabao gostosoContos vovô transado netaSexo coroa que dona da casa que moro de alugueladoro o pau do meu cachorroFotos bucetas que calsa vergonha de mostralascasa dos contos tia 22cmComendo aenteada na caçhoeira contos eroticosmotoboycontos eróticosmeus dois machos parte 1 dando pro sobrinhocontoerotico sou uma mulher muito vulgarenchi a bucetinha da minha cadela de porra/contoscomfotosrelatos esposa metendo eo corno dormindoquadrinho porno gay adolecentescontos pornor lebian incestuoso com enteadasmeu primeiro bem dotado conto eroticoprincesa de conto de farda pornoContos eroticos com coroascontos erotico meu filho e amigoscontos de grelos enormes gozando encaixadinhos num sabao gostosocontos.gozei como louca na pica do meu filhosex incesto cunhada bebada contocontos fudi com meu paiquadrinhos pornoconto erotico arib jrContos eroticos mulher com mini poneconto erótico gay com estupro e muito sanguea picada hentauCunete frances gay arrombo no cuconto esfolarao rabo mulher onibustirei a camisinha e enchi a buceta da mulher.do meu amigocontos eroticos na praiaConto: comendo a estágiária virgemnegão pelado da Biquinhagostosa gritando porgue o cara pausudo coloca ate o talo no cu da bunduda xvidioFilho tarado pela cunhada quadrinhosxxx gay. pai e filhoConto erótico vizinha inocenteperdi as preguinhas do cu quando era pequenaconto irmaozinho musico casado e safado da ccb 2 estoutrando o cabacinho da negrinhasoca no cu da cunhada idosacontos de vovózinha gostosaguadinho tarado ponocontos erotico pai e mãeconto com a patroacontos de homens velhos casados sendo flagado pela esposa comendo cu de nora casadasexo casada infiel caiu na labia do amigocontos com mãe.de.namoradaContos eroticos de maes negras com buceta cabeludas chupando pausconto erotico gay jeferson o menino gatinhocontos eroticos faladoconto roludo esfola mulhercontossexnovinho chupando um pau com nariz fechado sexo gay agressivo contos eróticos meu primeiro orgasmo