Arrasando na Sauna.


Click to this video!


Depois de me libertar do meu tabu, e realizar meu desejo como relatei no conto 13975, não conseguia pensar em outra coisa senão me sentir invadido e satisfazer meus desejos mais ardentes.
Foi então que certo dia tomei coragem e fui a uma sauna gay, em Vitória - ES, e o que vou relatar realmente aconteceu.
Como disse no conto anterior, sou alto (1,89 m), branco, corpo liso assim como minha bunda grande e carnuda. Sou praticante de musculação, e tenho muito boa aparência.
Cheguei a sauna morrendo de medo do que iria encontrar, se haveria algum conhecido, como seria afinal, mas levei em minha mochila minha calcinha(azul de renda tam. G) que havia comprado, como relatei no ultimo conto da praia.
Assim que entrei me entregaram a chave do armario e um par de chinelos de borracha, fui ao vestiário e ali já comecei a ficar com vergonha, pois tinha uns dois senhores se despindo, e eu teria que me despir na frente deles, mas tomei coragem e comecei, tirei minha camisa e os dois ficavam de olho, paraciam que sabiam o que eu queria, olhavam meus peitos grandes e lisos querendo devora-los, mas todo mundo em silêncio, depois virei de costas, pois fiquei com vergonha de verem meu piruzinho que era bem menor que o deles, pois ja tinha conferido disfarçadamente, e também tava com receio de meus pelos aparados na máquina zero, pois tinha me preparado muito para este momento da sauna. Quando abaixei minha calça os dois não tiraram mais os olhos de minha bundona branca, fiquei timido me enrolei na toalha e subi correndo para a sauna.
Quando abri a porta e entrei só enrolado na toalha, o que era normal, mas devido o meu tamanho chamo muita atenção, todos que estavam nas mesas do barzinho da sauna olharam para mim, baixei a cabeça timido, e cheguei proximo ao balcão, foi então que o senhor que atendia e era um dos sócios me recebeu e disse:
-Bem vindo, aqui nós temos sauna a vapor, sauna seca, sala de video, com salas intimas ao fundo, e se quizer uma massagem tambem temos massagistas.
Agradeci e fui andando para a sauna a vapor, todos olhavam para o volume de meu bumbum sobre a toalha, o que me deixava orgulhoso e receoso, pois era tudo novidade.
Entrei e não dava para ver nada direito, pois tinha muito vapor, o que me desinibiu um pouco, mas dava para perceber que já havia alguns homens ali, e logo em seguida entraram uns 5, que vieram logo atras de mim.
Me sentei e pensei, hoje vou me liberar vou realizar minhas fantasias, então sentei e sentaram dois do meu lado e dois em baixo, fora outros homens que estavam ali, porem ninguem via direito ninguem, todos sentavam e abriam a toalha e ficavam sentados nus, e me comendo com os olhos e sem exceção mexendo em seus pintos, e que pintos, fingia que não estava olhando mas estava piscando de tesão, e babando por aquelas picas. Foi quando para provocar como já estava com muito calor disse:
-Ai que calor, ta quente aqui, vou tomar uma ducha.
Alguns falaram:
-É ta quente mesmo.
Levantei e deixei a toalha cair de propósito, só para mostrar minha bunda, e provocar, levantando a mesma em seguida, e segui para a ducha, sendo seguido por dois homens.
Havia 4 duchas uma do lado da outra e lá não tinha como disfarçar tinha que ficar peladinho e tomar a ducha fria. NOssa quando entrei peladinho no chuveiro os dois que estavam do lado ficaram me olhando de pau duro, tava com vontade de chupalos ali mesmo, mas tinha medo que aparecesse alguem que me conhecia, então me enrolei e voltei correndo lpara a sauna e consegui um degrau da arquibancada da sauna livre onde resolvi ousar, estendi minha toalha e deitei de bruços peladinho com a bunda para cima.
Não demorou muito e no degrau de baixo sentaram os 2 que me viram no chuveiro. Abaixei a cabeça entre meus braços e fiquei quieto para ver o que iria acontecer, era muito vapor e não dava para ver os rostos direito. Então para meu delirio, finalmente começei a sentir uma mão acariciando minha bundona e loco em seguida outra nas minhas costas, e eu ali inerte morrendo de tesão, até que senti uma lingua invadir entre minhas nadegas, com duas mãos abrindo-as bem e senti uma lingua entrar em meu cuzinho, aí gemi baixinho o que os excitou muito. Quando senti a lingua que acredito ser a do gordinho em meu pescoço juntamente com agora um dedinho no meu cuzinho fui ao delirio e levantei a cabeça ja entregue, quando me assustei, pois sentado na minha frente tinha um negro com um pau duraço, de uns 25 cm acredito, já apontando para minha boca, abocanhei o que consegui daquele pinto gigante, ja pensando que não aguentaria aquilo tudo em meu rabo, então fiquei de quatro e arrebitei a bunda para provocar o moreno, que enfiou a cara em minha bunda de novo me deichando louco, o gordinho enfiou a cabeça embaixo de mim e eu ajudei virando o peito um pouco de lado e o mesmo mamava gostoso, estava me realisando, e fascinado com o pinto do negro, quando sinto uma cabeça roçando meu cuzinho lambuzado com saliva, aí falei assustado:
-Só com camisinha.
-Fica tranquilo já coloquei, safadinha. Ele disse.
Aí relachei e ele foi forçando a entrada enquanto eu chupava o poste do negro gostoso, doeu um pouco, mas em pouco tempo já estava rebolando e empurrando minha bunda com força em sua pica, nessa altura já havia varias mãos me alisando todo e eu não largava a pica do negro por nada, não queria perde-la, era especial. Escutava barulho de pessoas batendo punheta e pude observar que o gordinho não mais chupava o meu peito e sim alisava meu pinto, o que me dava um tesão louco com a situação, e ele chupava o piru de outro cara. Foi quando o moreno que tava atracado em meu cuzinho já arrombado com tantas bombadas começou a gemer e gosou muito, tirando o piru sem a camisinha o que me assustou, aí senti ele puxando a camisinha do meu cuzinho que havia contraido de tanto tesão, ela estava cheinha de porra, estava orgulhoso e chupava sem parar o piru do negro gostoso. Aí resolvi me ajoelhar no degrau de baixo e ficar de frente para a pica do negro com minha bunda arrebitada para trás. Foi quando ouvia uma confusão entre alguns homens que queriam a vez, pedi que podiam mas com camisinha e mesmo com o cuzinho mais relachado pelas bombadas anterior, senti uma pica ainda maior me invadindo, uma delicia. Metia num ritimo frenetico, e ao meu lado o gordinho também ja´recebia uma em seu cu, e delirava, aquilo me excitava muito, metendo sem nem saber por quem, e nunca ia saber. Toda hora entrava gente e so se escutava as estocadas e o barulho das punhetas, foi quando comecei a sentir jatos quentes em minhas costas e urros de machos, me sujaram todos de porra, nessa altura o desconhecido que comia meu cu gozou muito tirando a camisinha e gozando em minha bunda, ja tava fora de meu juizo, e falei para o negro:
-Pra você vai ser especial, vai para a sala reservada, que vou tomar um banho e vou te dar um trato.
Não precisei falar 2 vezes e lá ele se foi.
Tomei a ducha tirei toda a porra das costas e bunda, desci ao vestiário, peguei a calcinha azul marinho de renda, vesti, ela se alojou como de costume em minha bundona deixando duas bandas carnudas para fora, coloquei a toalha e subi normalmente, disfarçando entrei nas salas reservadas, quando vi aquele negro da minha altura, deitado na caminha, com a pica gigante dura, aí deixei a toalha cair, fechei a porta e o negro endoidou, mandou eu virar para ele ver minha bunda, e não demorou rancou minha calcinha e enfiou a lingua em meu cu me deixando mais mole do que ja estava, depois de tanta piruzada.
Enquanto ele lambia meu cu, comecei a chupalo e não aguentando mais o mesmo me pediu:
-Deixa eu comer seu cuzinho, só que estou sem camisinha, pode ficar tranquilo sou casado com dois filhos, pratico esportes, não faço sexo sem camisinha, só que não tenho aqui e to morrendo de vontade de comer sua bundona.
Tirei a boca de sua pica e disse ja sem saber o que falava, com tanto tesão:
-Também sou casado, e quero ser sua fêmea sempre que quiser, só não sei se vou aguentar, mas tem certeza que posso ficar tranquilo?
-Lógico, quase não pulo a cerca, só vim fazer uma sauninha pois moro perto, e não resisti ao ver sua bunda na sauna.
-Então me fode meu negro gostoso, come sua putinha.
Dito isso o mesmo cuspiu em meu cuzinho e enfiou um dedinho devagarinho e depois dois, aguentei com tesão, pois meu cu ja tava relachado pelas estocadas que havia recebido. Lambuzou seu mastro com saliva e começou a me penetrar devagarinho, fui ao delirio, no começo doeu um pouco, mas estava com tanto tesão que eu mesmo forcei para ser rasgado, e rebolei gostoso naquele pinto, tava me sentindo uma puta gostosa, e o negro tava alucinado enfiava tudo em meu agora cuzão arrombado, até que depois de me foder de quatro, pediu para cavalgar, sentou na caminha e sentei em sua pica e rebolei gostoso, estava em estase e tinha tanto tesão que meu piru não parava de sair semem lubrificante, e gozava muito. foi então que fiquei de quatro de novo e comecei a sentir seu leite dentro de mim e o negro urrava, esquecendo de onde estava, com certeza todos ouviram seu gozo e meus gemidos insesantes, ele gozava sem parar, gozou tanto que quando tirou seu pintão de mim parecia que mijava porra pelo cu, uma delicia, caí de boca em seu piru e o deixei limpinho, sentindo ainda o gosto de sua porra em minha boca.
Nunca vou esquecer este dia, depois de algum tempo me recompuz, me limpei com a toalha, nos abraçamos muito e nos demos um beijo gostoso, ele disse para não me preocupar, pois sabia que devia ter transado com camisinha, mas que era sadio e só havia feito aquilo comigo. Achamos melhor pelo fato de sermos casados e não aparentarmos sermos gays (até a hora em que tiro a roupa,kkk)não trocarmos telefones, fiquei triste mas achei o mais certo, combinamos de nos encontrar novamente naquela sauna na próxima semana, porém não pude ir e não mais o vi.
Quando saí do quartinho e fui para o salão do barzinho todos olhavam pois certamente ouviram os gritos e urros nossos.
O dono do estabelecimento não tirava olho de mim, largou o barzinho e desceu quando eu estava no vestiário e me pegou tirando a toalha, e me viu de calcinha, e não resistiu chegou junto me abraçando por trás pegando nos meus peitos e roçando seu pau duro em minha bunda, me arrastou para a sala de massagem, me debruçou na maca, baixou minha calcinha, e sentou a pica em mim, eu já mole com as pernas bambas depois de tanto cacete, não conseguia nem queria reagir, fui comido novamente e enquanto me comia batia uma punheta para mim, não demorou gozei gostoso, e na contração do gozo ele me gozou muito tirando a camisinha e gozando em minha cara toda, logo em seguida, me disse:
-Meu nome é Davi (ficticio), meu telefone é ..., pode vir de graça quando quiser, mas quero sempre comer sua bundinha gulosa, quando estiver aqui, aqui você manda, pode deixar que sou discreto, é nosso segredo.
Pronto era tudo o que queria, depois desta aventura rolou outras lá, que posso narrar em outro conto.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


13975 - Tomei coragem e me soltei para 2 na praia deserta - Categoria: Gays - Votos: 3
14033 - Não resisti ao Travesti. - Categoria: Gays - Votos: 4
14132 - Tarde devassa na praia. - Categoria: Gays - Votos: 4

Ficha do conto

Foto Perfil ninobee
ninobee

Nome do conto:
Arrasando na Sauna.

Codigo do conto:
14004

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
13/10/2011

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


mães+putas+brasileiras+fodendo+com+filhoscontos eroticos bizarros bebendo leite da gravidaAs Aventuras de Lianora tarada.contos eroticosconto erotico em quadrinhos viuva levando cacetao no cucontos erotico amiguinha de 11 e filha delira no pau do papaiconto erotico meninamae e filho porno em quadrinhopornô+contos+eróticosConto eurotico. Doce maninhacontos eroticos- suruba no tremos funkstones 5Contos eróticos abusando do cu apertado da esposa a forçacontos eroticos primeira traicao esposaconto erotico fazia tudoque meu tio mandavapés gordinhos contos eroticosmila adoro ser encoxadarelatos de mulheres que trasaram com dotados e se arrependeramnetacontoeroticog magazine matheus mazzafera fotosContos eroticois eu meu padrastrosexo irmã so faz merda contoquadrinho erotico filho com ciume do amigo da maeconto erotico: punheta em grupoZoofilia franco e belinhaconto de homens heteros entre homens heteros trazandomulhertrai marido com o pedreiro.conto historicoperdi as preguinhas do cu quando era pequenapai aran cando caboso da filha incestorevista em quadrinhos pai chupando a b***** da filha até ela se ela todinho e Mexe só no c* delacontos sexuiasQuadrinhos eróticos óh famíliaassistir vidio porn velha fica de quatro pro garoto cacetudo enpuraporno contos eroticos filhaporno hq tampamdo olho de filha com as maoseroticotransando com cunhada mais sobrinhaquadrinho erotico africacontos emrabando a novinha no 0‹0nibuscontos erotico de fio dental na academiao prefeito porno em quatrinhoconto moreno novinho heteroConto erotico de novinhaconto erótico garotão bombado da farmácia do pau grossomulheres casadas com picudos/contos com fotoso amigo negro do meu filho quadrinhoscatvedeocoroa gostosa nuaesposa gozada dentri contosconto erotico gay traficante me comeuos funkstones 5professora safada_quadrinho eroticocontos eroticos flagrei meu filho fudendo minha amiga travestibuceta inchada e ardida macho deixou para o cornominha namorada e putinha demaisFRANCISCA PUTA BUCETAConto porno desdi pequena pai e mae me comeos desejos do hannah porno quadtinhozoofilia primeira vez da cadela no comeco do cioContos eróticos de tio fôlego sobrinhavelha com novinho menor contos eróticosconto moreno novinho heteroconto erotico professoras fazendo orgiasconto erotico minhas esposa quer outra picaCorno do filho conto eroticoContos porno flagrei meu filhoboquete gozada boca contopornô grátis comendo o cu madre no coventoultimos contos sadomasoquistacomercuegostosogozou dentro conto gay